Professor de tênis e cadeirante. A vontade de ensinar não tem limites.

Lia

Esta já é a terceira história de superação de um tenista cadeirante que eu conto aqui no blog. Cada relato me emociona de tal forma que eu  não posso deixar de compartilhar, aqui, a vida de pessoas tão admiráveis.

Na minha visita ao Clube Espéria, onde fui entrevistar o João Lucas Takaki (se você não viu a matéria dele clica aqui https://bemsacado.com.br/2019/01/18/ator-e-atleta-paralimpico-de-tenis/), conheci tanta gente bacana que resolvi voltar e bater papo com mais um tenista de cadeira de rodas.

Minha conversa com o Sérgio Gatto, técnico do João Luca Takaki, resultou nessa linda história de superação que você vai conhecer hoje, aqui no Bem Sacado.

Em 1990, Sérgio, que era professor de tênis, estava chegando em casa quando foi atingido por um tiro de bala perdida e ficou paraplégico. Depois de 3 anos, ele voltou para as quadras praticando tênis em cadeira de rodas. Além de participar de torneios, ele também voltou a dar aulas. Além disso, começou a organizar a modalidade em todo o estado de São Paulo. 

José Carlos Moraes, precursor do tênis em cadeira de rodas no Brasil, organizava muitos torneios no Rio de Janeiro e Sérgio era uma das figuras constantes . 

Em 1998,  a CBT (Confederação Brasileira  de Tênis) criou o departamento exclusivo para o tênis em cadeira de rodas e foi aí que Gatto se envolveu completamente nesse universo e tomou conta desse departamento de 1998 até 2004. Nesse período que a modalidade tomou um corpo diferente e cresceu. 

Sergio Gatto é o exemplo vivo de que as limitações estão na nossa mente e que a falta de mobilidade não impede alguém de procurar ter uma vida esportiva, feliz e plena.

Veja aqui um pouco da sua história.

E aí se emocionou? Incrível né? O negócio é viver a vida intensamente todos os dias como se fosse o último.

Abraços

Lia

As autoras  deste blog reservam-se o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Deixe uma resposta