A igualdade em jogo

A igualdade de direitos e oportunidades está sendo conquistada pelas tenistas em um jogo intenso que já dura quase 50 anos. Conheça essa história inspiradora onde a determinação e a união mudaram definitivamente o mundo do tênis.

Para nós mulheres, em pleno século XXI, a igualdade de direitos e oportunidades é uma verdade clara e cristalina. Embora tenhamos conquistado um grande espaço no mercado de trabalho em várias empresas nossa remuneração ainda é bem menor que a dos homens na mesma posição. Indignada? Você não está sozinha.

PRO-AM FAZENDA BOA VISTA 2019

As tenistas já receberam uma fração do prêmio que os homens ganharam e há algum tempo atrás um organizador de um torneio disse que as jogadoras de tênis deveriam agradecer de joelhos porque há jogadores como Roger Federer e Rafael Nadal que são os caras que realmente atraem público e patrocinadores para os torneios. De joelhos? Como assim? 

E o Novak Djokovic que declarou em coletiva que as mulheres devem sim lutar por igualdade, mas os homens devem lutar por premiações maiores já que atraem mais público e que as estatísticas demonstravam esse fato.  Ele diz entender nossa luta, já que nossos corpos são diferentes e temos aqueles problemas com hormônios

Pois é, amigas, essas mulheres incríveis vêm lutando há muito tempo por seus direitos. Sabe o que elas descobriram lá em 1970? Que a união faz a força e a diferença. Mas antes de tudo, vamos entender como começou essa luta no tênis feminino.

O primeiro set

Se você assistiu ao filme “Guerra dos Sexos” onde Billie Jean bate aquele jogador falastrão,você percebeu que não falta determinação para essa mulher incrível, não? Para lutar por prêmios e oportunidades iguais, ela fundou WTA (Women’s Tennis Association) e o primeiro grande teste da associação foi reivindicar prêmios iguais para o US Open de 1973. Foi a primeira vitória de muitas.

Você imaginaria que todos os outros torneios igualaram as premiações em seguida? Infelizmente não. Demorou 28 anos para o Aberto da Austrália oferecer prêmios iguais e para que o Torneio de Tênis de Wimbledon acompanhasse o mesmo padrão em 2007, Venus Williams precisou colocar a boca no trombone.

Iguais, mas nem tanto…

A união faz a força e a diferença sim! Ainda há várias competições que pagam prêmios menores às mulheres e ainda há os que pensam que a diferença deve continuar

O grande argumento dos que defendem a ideia que os homens devem ter premiações maiores é que os jogos masculinos têm 5 sets contra os 3 atuais dos femininos. A WTP tem afirmado que as mulheres estão ansiosas para discutir todas as mudanças que forem propostas. Afinal, é conversando que a gente se entende!

Ainda tem muito jogo pela frente

Atualmente o tênis feminino está sendo mais valorizado. A final feminina de Wimbledon em 2018 atraiu mais telespectadores do que a masculina. A presença de Serena Williams, vencedora de 23 Grand Slams é garantia de público e audiência. A mãe do tenista Andy Murray, Judy, acredita que as tenistas do topo do ranking devem lutar mais por igualdade e pela participação em federações internacionais onde as decisões para implementação de mudança são tomadas.

FEDCUP – 2019

A graça e a garra que essas mulheres incríveis demonstram dentro e fora de quadra são apaixonantes! Essa luta é uma inspiração para todas nós quando discutimos o empoderamento feminino. Fica aqui uma pergunta: Será que em nossa luta diária por igualdade de direitos e oportunidades não está faltando um pouco mais de trabalho em equipe?

Compartilhe sua opinião com a gente

 Essa é nossa homenagem ao Dia Internacional da Mulher

Abs

Diana, Lia e Simone ( as meninas do Bem Sacado)

As autoras  deste blog reservam-se o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

2 comentários

  1. Principalmente neste Dia Internacional da Mulher, concordo plenamente com a igualdade e deixar meu registro que vocês mulheres revolucionaram o Tênis no nosso clube Hebraica, trazendo alem da graça e beleza, um número cada vez maior de participantes, com as quadras sempre cheias
    . PARABÉNS A TODAS

Deixe uma resposta