Fazer o bem, faz bem.

Mobilidade é tudo para as atletas paralímpicas.
Nós participamos desse movimento.

Nas Paralimpíadas de 2016, nós tivemos o prazer  de conhecer e entrevistar  duas grandes atletas do tênis, em cadeira de rodas, que participaram das competições no Rio de Janeiro.

Uma delas é a Natalia Mayara, de 22 anos, considerada a melhor atleta do Brasil e a vigésima do mundo. A Rejane Cândida, de 39 anos, hoje, é a segunda melhor atleta do ranking brasileiro.

Ficamos muito comovidas com suas histórias de vida e percebemos a grande dificuldade que elas tiveram em conseguir  ajuda de  patrocinadores.

Falamos sobre isso com todos os nossos amigos e arrecadamos dinheiro para ajudá-las na compra de cadeiras de rodas mais leves que melhoram muito a velocidade das atletas nos jogos.  Se você quiser ver a entrevista completa, vá até a sessão do blog na Quadra – histórias de superação.

Esta foi a primeira ação social do Bem Sacado😃

E não vamos parar por aí 😘

Assista o vídeo e você vai se emocionar!

 

Abs e até a próxima!

Diana, Lia e Simone

As autoras  deste blog reservam-se o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.