Open Stance ou Closed Stance?

Você já ouviu falar em “open” e “closed stance”? Esses termos são usados no tênis para o posicionamento das pernas na quadra.

 

tennisstancesright

 

O tênis moderno trouxe uma série de mudanças quanto às técnicas. Foram incontáveis as vezes que me deparei com os treinadores discutindo sobre bater “open” ou “closed-stance”. Depois de muitas discussões, a maioria dos profissionais da área chegaram ao consenso de que o jogador que conseguir usar a variação do “open, closed e semi-open stance” , terá muito mais agilidade em quadra, baseado no seu posicionamento, na seleção de golpes e no tipo de batida.

Agora vamos explicar um pouco de cada um.

OPEN STANCE

open

A característica do “open stance” é manter os pés alinhados paralelamente à rede. O tronco e os ombros são virados para o lado.
Essa posição é muito usada nas devoluções de saque e nas bolas mais abertas. Ela permite um rotação de tronco que ajuda a gerar mais potência no golpe, uma recuperação mais rápida para o centro da quadra ou um posicionamento melhor na bola seguinte.

Tem apenas duas desvantagens: risco de lesão, pois gera uma rotação maior de quadril, e, se a técnica não for feita corretamente ,  e o peso do corpo não for transferido para frente, pode gerar desequilíbrio.

 

CLOSED STANCE

close

Essa posição é a mais comum e antiga. Muitas vezes, é chamada de “stance classic”, pois no tempo das raquetes de madeira, quando os jogadores jogavam mais na grama, o  “open stance” permitia bater nas bolas em quase todas as superfícies. Nela, os pés e o tronco ficam virados de lado para a rede. Essa posição deve ser usada somente em extremas situações defensivas, quando o jogador está numa “zona morta” e não tem tempo de aplicar nenhum bom golpe. Em algumas situações de bolas mais rápidas, não é possível se posicionar dessa forma pela falta de tempo. A principal vantagem do “closed stance” é que garante uma rotação completa e adequada do corpo e do ombro. Isso previne o aparecimento de lesões.

SQUARE STANCE

square

 

“Square stance” é a posição dos pés intermediária entre o o “closed e o semi open”. Nessa posição, trabalhamos mais o giro do tronco e a enorme alavanca de pernas, colocando, assim, maior potência sobre a bola. O “square stance” é usado mais da linha de base para frente, ou seja, bolas mais curtas, baixas e fracas, induzindo assim o jogador para frente como modo de gerar maior potência e levar o jogador até a rede com maior facilidade. Resumindo o  “square”, as grandes vantagens são: maior transferência do peso do corpo para a bola, maior equilíbrio durante a execução do golpe e maior controle.

SEMI-OPEN STANCE

semi open stance

O “semi-open stance” está entre o “closed e o open stance”. Os pés ficam na diagonal em relação à rede. Essa posição é mais usada para bater bolas com topspin e de backhand de duas mãos. Muito utilizado quando o jogador é jogado para trás da linha de base para se defender e terá mais equilíbrio para executar melhor o golpe, e é também uma forma mais moderna de bater na bola.

Veja o vídeo abaixo, onde Ricardo Coelho explica melhor.

 

Até a próxima!😉

As autoras deste blog reservam-se o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúniaofensafalsidade ideológicamultiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidosbem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.