Por que colocamos o outro acima da gente?

simone-perfil

E, finalmente, eu estava lá, com ela, jogando tête-a-tête. Antigamente, isso era um sonho que jamais se realizaria. Será que um dia ela me daria esta oportunidade ?

O tênis tem muito disso. Geralmente, quando se é mais fraco, poucas pessoas têm paciência para jogar com você. Acho que as rivalidades vêm daí, não sei. Ao perceber o que o tênis exige do nosso corpo e do nosso emocional, começamos a idolatrar quem joga bem e a colocar essa pessoa em um pedestal, achando quase impossível uma boa aproximação com ela – que dirá ganhar um jogo ( tenho certeza que um bom psicólogo explicaria isso!rs).

si e San

Tempos atrás, quando eu estava em uma das quadras do clube na minha aula de iniciante, eu a avistava de longe. Com toda a elegância e facilidade nos golpes, ela parecia dançar a cada passo que dava.

Fui evoluindo, com o passar dos anos, e tive a oportunidade de jogar contra ela três vezes.
Na primeira, fiquei muito nervosa, com aquele frio na barriga e, claro, nem vi a cor da bola. Mas ela era tão fascinante e maravilhosa que, quando acabou a partida, veio gentilmente me dar umas dicas de como melhorar o meu jogo. Se já a idolatrava de longe, agora, depois de conhecê-la mais de perto, eu a admirava ainda mais.

Na segunda vez, eu estava jogando um pouco melhor. Eu tinha um professor que, como eu, adorava competir, e consegui ter mais trocas de bolas durante o jogo. Meu Deus, consegui fazer 5 games nela!!! Aquele torneio iria até 9 games.

Depois de dois anos, joguei o terceiro jogo. Dessa vez, foi diferente. Entrei na quadra de igual para igual. Naquele momento, esqueci que ela era a minha deusa inspiradora e a coloquei como uma jogadora normal que estava do outro lado da quadra e que, como eu, queria ganhar. Ela tinha maior volume de jogos e experiência, e eu tinha somente uma vantagem: uns 15 anos a menos. Mesmo perdendo de 9×3, saí feliz e emocionada porque aquela pessoa que parecia tão distante, no passado, estava lá, dividindo o lugar em que mais gosto de ficar quando não estou em casa: a quadra de tênis.

Aqui vai o meu conselho: não importa se o seu adversário tem nível mais alto, é mais experiente, simplesmente, não pense em nada, esqueça o seu emocional. Apenas jogue  😜.

Assista os conselhos de uma tenista top

 

Alguns dos títulos da Sandra Libman:

  • Em 2016 campeã nos torneios internacionais disputados em Brasília, São Paulo e Porto Alegre
  • Campeã Brasileira e Sul Americana
  • Sexta colocada no Ranking da ITF
  • Diversas vezes campeã Paulista por equipes
  • Campeã na última Macabíada da Panamericana

 

Espero ter te ajudado. Até a próxima! abraços, Simone😃

As autoras deste blog reservam-se o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.